TIPOS DE PLANOS

Plano de Saúde Individual

PLANO INDIVIDUAL

Plano de Saúde Familiar

PLANO FAMILIAR

Plano de Saúde Empresarial

PLANO EMPRESARIAL

Plano de Saúde Sênior

PLANO SÊNIOR

Plano Adesão

PLANO ADESÃO


NOSSOS PLANOS


Perguntas frequentes sobre planos de saúde?

1
possível contratar um plano de saúde para apenas uma pessoa?
R. Sim. é possível. Contudo são poucas as operadoras de planos de saúde que fazem esta modalidade. Por exemplo, as operadoras grandes, tais como, Amil, NotreDame Intermédica, Bradesco, Sul América e Sompo aceitam apenas os planos de saúde individuais por adesão.
2
O que significa plano de saúde por adesão ?
R. São planos contratados por meio de uma administradora de planos de saúde, como por exemplo, a Qualicorp, O contrante deste tipo de plano deve estar associado a uma entidades de classes de profissão regulamentada. Exemplo: CRC, CRM, CRO, OAB, CREA, etc. ou por sindicatos de categorias profissionais e associações, UNE, Associações de Funcionários públicos, Associações de profissionais liberais, etc.
3
Posso mudar de plano com redução de carências ?
R. Sim. É possível ter reduções de carências na contratação de um novo plano de saúde, considerando o tempo de permanência no plano anterior, conforme as regras de cada operadora.
4
Quais são os planos de saúde familiar ?
R. As maiores operadoras de planos de saúde, Amil, NotreDame Intermédica, Bradesco, Sul América e Sompo só aceitam através de Pessoa Jurídica, ou seja, com CNPJ, ou planos por adesão.
5
Posso fazer um plano familiar através de MEI ?
R. Sim. O Micro Empreendedor Individual (MEI) poderá contratar planos de saúde na mesma modalidade de Pessoas Jurídicas.
6
É possível fazer um plano de saúde somente para recém nascido?
R. Sim. é possível. Contudo são poucas as operadoras de planos de saúde que fazem esta modalidade. Por exemplo, as operadoras grandes, tais como, Amil, NotreDame Intermédica, Bradesco, Sul América e Sompo não aceitam.
7
Qual a diferença entre planos de saúde PME e Planos Empresariais?
R. Os planos de saúde PME podem ser contratados a partir de 2 vidas até 30. Normalmente é destinado a empresas familiares, aonde participam os sócios e seus dependentes e/ou funcionários. Já os planos empresariais são destinados a empresas de médio a grande porte com mais de 30 vidas.
8
Qualquer pessoa poderá ser incluída no plano de saúde empresarial ou PME?
R. Não. É necessário que o participante tenha algum vinculo com a empresa, ou dependente de funcionário e sócios.
9
Posso alterar a categoria do plano a qualquer momento ?
R. Não. Para alterações de categorias dos planos de saúde na mesma operadora é necessário aguardar o aniversário de permanência na categoria.
Os planos de saúde devem cobrir
A ANS define uma lista de consultas, exames e tratamentos, denominada Rol de Procedimentos e Eventos em saúde, que os planos de saúde são obrigados a oferecer, conforme cada tipo de Plano de Saúde – ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico. Essa lista é válida para os planos contratados a partir de 02 de janeiro de 1999, os chamados planos novos. É válida também para os planos contratados antes dessa data, mas somente para aqueles que foram adaptados à Lei dos Planos de Saúde. Antes de verificar se você tem direito a um procedimento, não deixe de checar qual o tipo de plano de saúde você tem.
Hospitais, laboratórios e médicos Você deve notar dois pontos principais sobre
Você deve notar dois pontos principais sobre a rede de hospitais, laboratórios e médicos conveniados ao seu Plano de Saúde. O primeiro ponto é que nem todos os planos têm direito à internação hospitalar. Os planos que dão direito à internação hospitalar são os de tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência.
Veja no seu contrato qual é o tipo do seu plano. O segundo ponto é a rede credenciada que seu plano cobre. Avalie bem na hora de contratar o planos de saúde quais são os hospitais, laboratórios e médicos a que você terá direito pelo seu plano. Especificamente sobre os hospitais, fique atento: sua operadora de planos de saúde só poderá descredenciá-los em caráter excepcional. Nesses casos, é obrigatório substituir o hospital descredenciado do plano por outro equivalente e comunicar essa mudança ao consumidor e à ANS com 30 dias de antecedência, exceto nos casos de fraude ou infração sanitária ou fiscal por parte do hospital retirado do convênio. Caso a operadora opte por descredenciar um hospital sem substituí-lo por outro equivalente, só poderá efetivar e comunicar a redução da rede hospitalar aos beneficiários após autorização da ANS.